Informativo 588 do STJ resumido

DIREITO CIVIL

DIREITO CIVIL. HIPÓTESE EM QUE NÃO É ASSEGURADO AO EX-EMPREGADO O DIREITO DE MANTER SUA CONDIÇÃO DE BENEFICIÁRIO EM PLANO DE SAÚDE COLETIVO EMPRESARIAL.

O empregado que for aposentado ou demitido sem justa causa não terá direito de ser mantido em plano de saúde coletivo empresarial custeado exclusivamente pelo empregador – sendo irrelevante se houver coparticipação no pagamento de procedimentos de assistência médica, hospitalar e odontológica -, salvo disposição contrária expressa em contrato ou em convenção coletiva de trabalho. REsp 1.594.346-SP, Rel. Min. Ricardo Villas Bôas Cueva, julgado em 9/8/2016, DJe 16/8/2016.

Continuar lendo

Informativo 587 do STJ resumido

DIREITO ADMINISTRATIVO

 DIREITO ADMINISTRATIVO. CONTROLE EXTERNO DA ATIVIDADE DE INTELIGÊNCIA DA POLÍCIA FEDERAL.

O controle externo da atividade policial exercido pelo Ministério Público Federal não lhe garante o acesso irrestrito a todos os relatórios de inteligência produzidos pela Diretoria de Inteligência do Departamento de Polícia Federal, mas somente aos de natureza persecutório-penal. REsp 1.439.193-RJ, Rel. Min. Gurgel de Faria, julgado em 14/6/2016, DJe 9/8/2016.

  Continuar lendo

Informativo 586 do STJ resumido

DIREITO ADMINISTRATIVO

 DIREITO ADMINISTRATIVO. APLICAÇÃO DE MULTA POR EXCESSO DE VELOCIDADE PELO DNIT.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) tem competência para autuar e aplicar sanções por excesso de velocidade em rodovias e estradas federais. REsp 1.583.822-RS, Rel. Min. Sérgio Kukina, julgado em 23/6/2016, DJe 30/6/2016.

Continuar lendo

Informativo 585 do STJ resumido

                                                            DIREITO CIVIL                                

 

DIREITO CIVIL. INEXISTÊNCIA DE DIREITO DE RETENÇÃO POR BENFEITORIAS REALIZADAS ANTES DE ADJUDICAÇÃO DE IMÓVEL VINCULADO AO SFH.

O ex-mutuário de imóvel dado em garantia hipotecária em financiamento do Sistema Financeiro da Habitação (SFH) não tem direito à retenção pelas benfeitorias realizadas no bem antes da adjudicação. REsp 1.399.143-MS, Rel. Min. Paulo de Tarso Sanseverino, julgado em 7/6/2016, DJe 13/6/2016.

Continuar lendo

Concursos e batatas

ed_

Você optou pelos concursos, seja por qual razão for. Um sonho, estabilidade, realização, mudança de vida…

E então se dedica, segue o caminho indicado por quem já dobrou a curva da desesperança e ultrapassou a barreira do desânimo. Pensa estar mais perto, mais preparado, mas os resultados nas provas dizem o contrário.

Repassa mentalmente todo o tempo dedicado, os prazeres abdicados, o capital investido, o sonho distanciado. Há uma decisão a ser tomada: aceitar-se como vencido ou reunir as forças e, novamente, tentar.

A má notícia é que esse ciclo pode se repetir muitas vezes. Então o cansaço se multiplica, o desânimo invade completamente e o dia a dia chama à realidade, tão diferente da almejada!

É preciso muita força e disciplina para não jogar a toalha. Sim, como no filme do Rocky Balboa, não é sobre quantas vezes você cai, mas sobre o quanto você pode suportar e novamente se levantar.Às vezes mudar de estratégia pode ser inteligente. Outras vezes mais disciplina é necessário. Mas sempre haverá o que melhorar.

A vida não é muito mais do que isso, afinal. Vencer nos concursos e vencer na vida não são coisas tão distintas: ao vencedor as batatas, como dizia Machado de Assis.

E então, quanto você quer a sua batata?